terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Peça Figurinha Carimbada e Sacra Folia com a Cia. Feijamkarroz

Neste mês de dezembro iremos receber os espetáculo da Cia. Feijamkarroz: Figurinha Carimbada e Sacra Folia. Confira e não perca!!! 

A cia. Feijamkarroz apresenta, desde de 2016, uma parceria forte com o Sítio Cultural Alsácia e com o Pequeno Teatro de Torneado, ganhando força e tentando fortalecer a cultura e a arte em Ribeirão Pires. 


 Sinopse: A peça “Figurinha Carimbada” conta a história de cinco garotos que tem uma coisa em comum: um momento difícil e triste. A história é narrada a partir de suas perdas e dificuldades. Cauê, Guilherme, João e Marquinhos contam de forma inusitada suas experiências de vida. Todas acabam bem.



Data: 18|12|2017
Horário da apresentação: 20:00 HORAS 
Duração do espetáculo: 70 MINUTOS
 Classificação indicativa: LIVRE
Entrada: R$20 (i) R$ 10(m)


Espetáculo Sacra Folia

 Sinopse: A Sagrada Família erra o caminho ao fugir de Herodes e vem dar com os burros no Brasil. Em meio a perseguições e confusões, o que mais aparece em Sacra Folia é, a realidade brasileira, o bom humor e o jeitinho que os brasileiros dão para sobreviver, Natal após Natal. Uma história que mistura o sagrado e o profano. O público vai conhecer João Teité, o falso esperto, e Matias Cão, o que apronta e tira proveito. 

Data: 19/12/2017 
Horário da apresentação: 20:00 HORAS
 Duração do espetáculo: 60 MINUTOS
Classificação indicativa: LIVRE
Entrada: R$20 (i) R$ 10(m)

Não percam!!! 




quarta-feira, 29 de novembro de 2017

I Semana de Educação Patrimonial

O CATP (Centro de Apoio Técnico ao Patrimônio), órgão responsável pela Educação Patrimonial em Ribeirão Pires, em parceria com o Governo do Estado, Poiesis e Sítio Cultural Alsácia realiza pela primeira vez a “Semana de Educação Patrimonial”. É uma ação que faz parte do Plano de Preservação do Patrimônio e da Política Municipal de Patrimônio, ambos previstos na lei municipal do Plano Diretor. A programação oferece 10 oficinas nas áreas de arqueologia, arquitetura e urbanismo, genealogia, documentação histórica, gestão pública do patrimônio e educação museal. Como conclusão da semana, será realizada a leitura dramática do texto “Nossa Cidade”, de Luís Alberto de Abreu, por integrantes de vários coletivos culturais que trabalham com a juventude.

Oficinas Culturais

É um Programa da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, que atua desde 1986 na formação e na vivência da população no campo da cultura. O Programa é administrado pela Poiesis – Instituto de Apoio à Cultura, à Língua e à Literatura. Em 2017, a programação para municípios do Interior, Litoral e Região Metropolitana de São Paulo está sendo realizada em parceria com municípios que possuem infraestrutura básica para receber e desenvolver as ações propostas que forem solicitadas. A contratação do profissional é feita pela Poiesis e a produção local é de responsabilidade do município.

Educação Patrimonial

O CATP apresentou, no começo de 2017, um projeto com demanda de formação na área de Patrimônio Cultural e foi contemplado pelo Governo do Estado. A ação faz parte da estratégia de retomada do patrimônio cultural e do turismo em Ribeirão Pires e também o cumprimento da Política Municipal de Preservação do Patrimônio, instituída no Plano Diretor da cidade em 2004, além de atender as recomendações de Educação Patrimonial preconizadas pelo IPHAN. Pela primeira vez, Ribeirão Pires realiza um evento semanal de Educação Patrimonial, com especialistas de nível de mestrado e doutorado.

Serviço:
De 10 à 17 de Dezembro
GRATUITO
Clique aqui para fazer a inscrição e ver a programação completa!

------------------------------------------------------

terça-feira, 28 de novembro de 2017

Espetáculo "violento." de Belo Horizonte em única apresentação

Parece que 2017 está chegando ao fim, por isso decidimos fechar com chave de ouro nossa programação. Se liga e não perca! 

No dia 08 de dezembro, receberemos o Solo "violento." com Preto Amparo de Belo Horizonte - MG. 


Sinopse:
O espetáculo violento. se desenha pela trajetória de um jovem negro na sociedade, diretamente atingido por abordagens policiais, encarceramento em massa, o genocídio em curso e a hipersexualização do corpo negro acrescida de elementos urbanos e ritos de passagens contemporâneos.







Serviço
Dia 08 de Dezembro
às 20h 
Contribuição financeira voluntária 
Local: Sítio Cultural Alsácia (Rua José Lopes Ventura, 322, Vila Suissa)
Classificação indicativa 16 anos
Duração 50 minutos

Gênero Teatro Negro Contemporâneo
+infos: (11) 4828-3813






FICHA TÉCNICA

Atuação Preto Amparo
Direção Alexandre De Sena
Assessoria Dramatúrgica Aline Vila Real
Preparação Corporal Leandro Belilo/Cia Fusion De Danças Urbanas
Assessoria Trilha Sonora Barulhista
Ilustração Cata Preta
Registro em Foto e Vídeo Pablo Bernardo
Assessoria de Imprensa Alessandra Brito
Produção Grazi Medrado 

Saiba mais: 
página do facebook: Clique aqui
instagram: Clique aqui

-------------------------------------------------------

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Programação de Setembro

No mês de agosto tivemos uma programação bem linda aqui no Sítio. Espetáculos maravilhosos e muita gente querida. 
Em Setembro não será diferente! 

Se liga nessa agenda e não perca nada. Terá muito feminino, feminismo, corpo e amor aqui, pra você!





Dia 02 - SÁBADO das 18h às 19h
Espetáculo: ME DÁ A TUA MÃO 
com Clóvys Torres
Contribuição Voluntária
Classificação Livre 
Sinopse: 
Trata-se de mais uma história de amor. Um homem recebe  visitas em sua casa enquanto a mulher dele, Ela,  pede sua mão insistentemente no quarto.  Um narrador vai apresentando  a historia deste casal   e de várias personagens que  aparecem  revelando  momentos que ligam  o mar ao sertão, falando sobre a família, o amor e saudade.  Utilizando um acordeom e um berrante  o ator  aborda temas através  de uma narrativa que serve como um  detonador de memórias da plateia.  

Dia 10 e 24 - DOMINGOS das 19h às 21h
Espetáculo: PRIMAVERA
com Pequeno Teatro de Torneado
Contribuição Voluntária
Classificação Livre 
Sinopse: 
A história se passa em uma instituição fictícia, criada a partir de uma leitura do adolescente contemporâneo, buscando um diálogo comum ao adolescente suscitado no texto ‘O Despertar da Primavera’ de Frank Wedekind, escrito em 1891. Em uma instituição apontada como modelo de pedagogia educacional, adolescentes esperam o despertar da primavera. Esse despertar, mais do que a chegada de uma estação, passa a representar o encontro com o novo, e os riscos que temos de assumir diante dos caminhos e escolhas que a vida nos aponta. Escolhas políticas, sociais, sexuais, religiosas e morais.
  
Dia 10 - DOMINGO das 14h às 17h 
Vivência: CorpoÊCidade
com Bruna Rosa
Contribuição Voluntária
Classificação Livre 
Descrição: 
Esta pesquisa foi criada através de uma necessidade de promover vivências empíricas, poéticas e sensoriais, experimentando novos lugares de comunicação e expressão, pensados em três categorias: CORPO, TERRITÓRIO e PERTENCER. Pensada para aquelxs que querem se conectar com seu próprio corpo e com um corpo maior chamado cidade, território, tem o intuito de promover o autoconhecimento e empoderamento dxs mesmxs através de vivências e experimentações corporais voltadas para escuta e performance. Questionando nossos corpos, sua reais necessidades versus suas possíveis ações, conseguimos entender a diferença entre normal e natural, podendo assim repensar alguns sistemas, seja ele corporal, territorial, político ou social.

Dia 17 - DOMINGO das 10 às 13h 
Vivência: Tirando o velho, dando lugar ao novo
com Bruna Castro pareceria de Lua Terapias
Contribuição Voluntária
Classificação Livre para MULHERES 
Descrição: 
Esse encontro de mulheres vem nos proporcionar um momento de cuidado mutuo,  um cuidado da nossa essência, através de algumas vivências, vamos trabalhar a energia de renovação, em que sentimentos que possam estar nos travando, trazendo desarmonia , serão transmutados em novas energias, de força, paz e equilíbrio.  Uma mulher sozinha é muito forte, uma mulher em grupo é invencível. Venha sentir o pulsar da sua energia, compartilhar e trabalhar em grupo. 

Dia 17 - DOMINGO das 15h às 18h 
Lançamento de livro: Apenas um Geek 
com Allan Alexandre
Contribuição Voluntária 
Classificação Livre
Descrição:
Mattew é um garoto de 17 anos que acabara de se mudar para uma cidade nova, para uma vida nova. Entre seus melhores amigos estão: algumas HQs, mangás e um videogame old school. Em uma escola onde ele não conhece ninguém e ninguém o conhece, ele acabará chamando a atenção de uma garota com uma camisa do Iron Maiden. A falta de opções para amizades naquele lugar o fará conhecer dois emos, que nem são tão emos assim, e acabam fazendo a vida dele mudar drasticamente. No meio disso tudo, Mattew acaba deixando o videogame e a monotonia de lado pra viver uma vida que ele nunca pensou que fosse capaz de viver. 
Sobre o autor: Allan Alexandre é morador de Ribeirão Pires, ABC Paulista. Escreve nas horas vagas do dia enquanto não está sofrendo para terminar o ensino médio ou tentando decorar algum texto de teatro. A paixão por escrever nasceu ainda quando pequeno, ao desenvolver alguma história sobre os pingos de chuva e sapos, ou algo assim. Iniciou a escrita deste livro quando a realidade de uma nova escola baqueou seus pensamentos. Fora a literatura, dedica-se ao teatro e aos videogames.

Dia 24 - DOMINGO das 14h às 17h 
Vivência: Sobre a Sombra do Feminino e Aquilo Onde Não Me Permito Ser Flor 
com Maira Sera 
Contribuição Voluntária 
Classificação Livre 
Descrição:
Trata-se de uma vivência arteterapêutica realizada com argila e afeto, para disposta(o)s à apropriação do inverno pessoal que florescerá em empoderamento primaveril. Trabalhos de mentalização serão realizados durante a confecção de uma figura de argila. Vivência desenvolvida a partir do trabalho de conclusão de curso da pesquisadora.







segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Vagas abertas para a Escola Atemporal de Artes!

     Desde 2005, o Pequeno Teatro de Torneado vem transitando por diversos lugares da Grande São Paulo e instalando bases temporárias pedagógicas de formação de artistas. Essas experiências resultaram numa pedagogia própria que, aos poucos, foi constituindo o projeto pedagógico da Escola Atemporal de Artes, uma escola de formação de artistas com princípios democráticos e gratuitos de acesso e permanência, onde uma vez por ano as(os) próprias(os) aprendizes, em parceria com as(os) orientadoras(es), reconstroem o projeto pedagógico e o Estatuto da Escola. O primeiro Estatuto foi construído com 50 alunos participantes dos projetos pedagógicos dos últimos dois anos e em breve estará disponível na plataforma virtual do coletivo. A Escola seguirá com a tradição itinerante dos processos pedagógicos do Pequeno Teatro de Torneado, sem tempo e espaço fixo para a realização de seus processos. Em parceria com o Sítio Cultural Alsácia, situado em Ribeirão Pires, serão realizadas imersões buscando o intercambio artístico de todos os processos espalhados pela Grande São Paulo e aulas teóricas.
     As especificidades da Escola Atemporal de Artes estão principalmente na singularidade da formação da(o) aprendiz que traçará, à sua maneira e possibilidade social, as experiências pedagógicas disponíveis pela Escola. A(O) aprendiz terá uma carga horária determinada para cumprir dentro de um período variável de acordo com seu projeto de vida. A Escola oferecerá amplos e diversificados apoios: pedagógico, com o pedagogo e arte-educador William Costa Lima, psicológico, com a psicóloga Flávia Pennachin e terapêutico, com a arteterapeuta Maíra Sera, o farmacêutico Marc Strasser e a massoterapeuta Thaís Moura.

     O processo seletivo acontecerá através de uma carta de interesse via e-mail onde a(o) aprendiz demonstrará uma primeira motivação em participar de um processo pedagógico de iniciação ao teatro com duração de um semestre. Após essa primeira experiência, ela(ele) poderá dar abertura em seu “Diário de Bordo”, onde será relatado pela(o) própria(o) aprendiz, orientadoras(es) e outras(os) aprendizes parceira(os) de processos, a trajetória técnica, ética e pedagógica que a(o) aprendiz traçou em cada experiência. Após o mínimo de 4 anos de trajetória e uma determinada carga horária preenchida, a(o) aprendiz irá obter um certificado de conclusão, sendo que 20% dessa carga horária poderá ser realizada dentro de experiências fora da Escola, mas acompanhadas pela coordenação pedagógica. Para um futuro próximo, a Escola planeja a aprovação de suas diretrizes e o reconhecimento pelo MEC (Ministério da Educação).
     As inscrições serão abertas a partir do dia 23 de janeiro. Através do envio de um email para: escolaatemporaldeartes@gmail.com, a(o) interessada(o) deverá colocar seus dados (nome, telefone, email, idade) e dizer em cinco linhas suas motivações para realizar a oficina. 
     Para esse primeiro momento da Escola Atemporal de Artes a(o) aprendiz deverá manifestar  interesse levando em consideração duas opções: FUNARTE-SP (Próximo ao metro Santa Cecília, de fevereiro a junho de 2017, sempre aos sábados das 10h às 14h) ou Sítio Cultural Alsácia (Vila Suissa -Ribeirão Pires, de fevereiro a dezembro de 2017, terças e quintas das 14h às 18h ou 19h às 22h). 

Sejam vindas (os) e sintam-se convidadas(os) a colaborarem nesse primeiro e importante processo de construção de nossa Escola Atemporal de Artes.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Sítio Cultural Alsácia abre programação de 2017 com espetáculo de Plínio Marco

Em Janeiro, o Sítio Cultural Alsácia traz mais uma oportunidade para os espectadores assistirem um resultado de processo das Oficinas de Teatro da Escola Municipal de Artes Arquimedes Ribeiro. Esta oficina, em particular, conta com a coordenação pedagógica de Emerson Ribeiro e coloca em cena 9 atores interpretando uma obra de Plínio Marcos escrita em 1968:  “Homens de Papel”. A história se dá em torno de um grupo de catadores de papel, que planeja uma revolta contra o homem que, ao comprar o papel coletado por eles nas ruas, rouba no peso e no preço, para revendê-los mais tarde para uma fábrica. O texto aponta para um sistema desumano que aprisiona, sendo que explorador e explorado ambos devem lutar pela sobrevivência.

Créditos: Thaís Moura

A Escola Municipal de Artes Arquimedes Ribeiro celebrou em 2016 a 19a Mostra de Teatro de Ribeirão Pires. Os cursos são oferecidos regularmente e as inscrições são gratuitas e realizadas no começo do ano. O Sítio Cultural Alsácia vem desenvolvendo uma ampla programação cultural para a cidade de Ribeirão Pires. No ano passado foram mais de 20 apresentações de treze diferentes espetáculos, além de cine-debates e eventos, como a Festa Julina. Este ano, o Sitio irá inaugurar oficialmente a Escola Atemporal de Artes, uma escola democrática das Artes Cênicas que não possui currículo fixo nem turmas, com cada aluno percorrendo uma trajetória própria. A Escola tem previsão de iniciar em Abril, após algumas reformas estruturais do espaço.


Créditos: Thaís Moura

Serviço:

Espetáculo: Homens de Papel
Data e Local: Sábado, dia 21 de Janeiro, às 20h00, na sala Frank Wedekind
Entrada Gratuita
Texto:  Plínio Marcos
Direção, Iluminação e operação de som: Emerson Ribeiro
Elenco: Ana Cristina Cascardi, Daniela Simone Terehoff, Derick Rodrigues Volpi, Diana Reghini Vanderlei, Edivaldo Sampaio, Leandro Albino, Madeleine Lima, Ricardo Garcia, Samantha Vicentim Silva e Rosemeire Reghini

Fotografias: Thais Moura

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Agenda de Dezembro do Sítio Cultural Alsácia

Agenda: Dezembro de 2016

Espetáculo "Juventudxs":

Data: Dia 17 (sábado), às 20h00

Ingresso: Gratuito   Classificação: 10 anos

Pequena sinopse do espetáculo: Em uma parceria entre o Pequeno Teatro de Torneado e o Projeto Juventudes do Sesc Itaquera, adolescentes e jovens experimentaram a linguagem teatral, realizando um mergulho criativo e reflexivo de questões trazidas pelos próprios aprendizes. Depois de 7 meses de investigações, os jovens irão colocar em público, através de três apresentações, uma história fictícia que sintetiza temas de seus cotidianos, interrelações e conflitos entre as mais diversas tribos jovens contemporâneas.

Grupo: Escola Atemporal de Artes, em parceira com o SESC Itaquera

Coordenador: William Costa Lima

Assistente de coordenação: Marina Yohara

Coordenação do Programa Juventudes, SESC Itaquera: Ane Rocha

Roda de Construção do Estatuto da Escola Atemporal de Artes:

Data: Dia 18 (domingo), a partir das 10h00

Ingresso: Gratuito