Espaços

O Alsácia possui diversos espaços, na busca de desenvolver as mais diversas atividades ligadas com a educação, a cultura e o meio ambiente. Todos os espaços são planejados segundo três diretrizes fundamentais: a receptividade do usuário, a partilha com a natureza e a multifuncionalidade. Queremos que todas as pessoas que usufruam do espaço se sintam confortáveis e que possam contemplar a natureza enquanto fonte inspiradora para o desenvolvimento de seus processos artísticos e cognitivos. Finalmente, a multifuncionalidade está direcionada para a adequação do espaço às necessidades dos usuários. São nove áreas distintas.

Casa de Cultura Frank Wedekind
A Casa de Cultura é a administração centra do Sítio Cultural Alsácia. É também o espaço mais variado em termos de infraestrutura. Ela conta com duas sala multiuso, que podem se adequar tanto para pequenos espetáculos, salas de ensaio, ou até mesmo uma linda área de convivência entre os usuários da Pousada Bertold Brecht. A parte centra da casa apresenta um lindo vitrô, essencial para o contato com a natureza mesmo em um ambiente fechado.



Pousada Bertold Brecht
A Pousada Bertold Brecht oferece ambientes confortáveis, ideais para pequenos grupos que gostariam de passar um final de semana no campo, degustando comidas e espetáculos artísticos, ou participando de processos criativos. Ela conta com cinco quartos separados, podendo abrigar de duas a seis pessoas por quarto. Em um ambiente de convivência, é possível descansar em confortáveis redes ou ainda jogar um bilhar com os amigos. A pousada também é aberta ao público que deseja aproveitar um pouco mais a tranquilidade do sítio. As diárias são de R$ 50,00, com café da manhã incluso!



Teatro a Céu Aberto
Nosso teatro, rodeado por grandes pinheiros, onde são realizados ensaios, aquecimentos e muitas outras atividades, é um local convidativo para todos!


Ateliê de Artes e Música Tarsila do Amaral
A admiração e o respeito pela natureza é uma de nossas vontades dentro de todos os projetos. No caso do Ateliê, essa aproximação do homem com a natureza é bastante evidente, uma vez que as casas de estudos livres e o deck de estudos coletivos se encontram em um caminho de pinheiros. Não há barreiras entre a arte e a natureza.













Bistrô Charles Strasser
Charles Strasser, que comprou esse sítio na década de 1950, após chegar da Europa com sua mulher e seus dois filhos, era um amante da gastronomia. Era também um exímio degustador de vinhos e domador de cavalos. Mas também era um homem prático. Para ele, a comida não era apenas um ato fisiológico, mas uma experiência que se aproxima da arte. O cardápio promete misturar elementos brasileiros com os franceses e os alemães, sempre contando com o que conseguimos cultivar em nosso pomar e nossa horta, com alimentos totalmente orgânicos. Basta esperar para provar essa delicatessen!

Parque Infantil Charles Schulz
As tirinhas, que podem ser confundidas como uma linguagem apenas infantil, quando analisada detalhadamente, são uma forma de expressão dos processos sociais contemporâneos. Dentre os artistas com essa vertente, encontra-se Charles Schulz, criador da animada turma Peanuts, conhecida aqui no Brasil, por A turma do Charlie Brown. Nosso parque infantil leva seu nome pois acreditamos que as experiências de vida se somam e tornam-nos o que somos hoje em dia. A criança dentro de nós nunca está perdida, sempre aparece. Assim como os pensamentos adultos nos personagens dessa tirinha, que esteticamente são crianças.

Escola Atemporal Câmara Cascudo
Construída em um terreno que anteriormente servia de picadeiro para o adestramento de cavalos, a Escola Atemporal Câmara Cascudo será um ambiente pedagógico com o intuito de estimular o desenvolvimento de crianças, adolescentes e adultos na arte do ofício, além de estimular a troca de experiência entre pessoas de diferentes idades e gerações. Desejamos trabalhar com a vontade de cada pessoa em produzir o que mais lhe significa, e que isso traga algum retorno social. Inicialmente, a escola funcionará na Casa de Cultura Frank Wedekind, e atenderá em sua maioria.

Bosque Edwiges Strasser
Esse sítio sempre teve uma relação com a lembrança e a saudade. O grande bosque de pinheiros que permeia todo o espaço representa o medo da saudade da Floresta Negra, região da Alemanha na qual Edwiges Strasser viveu antes de se mudar para o Brasil. Antes da partida, ela trouxe consigo diversas mudas de pinheiro que foram plantadas no caminho para o picadeiro. Os pinheiros se adaptaram muito bem ao clima da Serra do Mar, e hoje estão espalhados por todo o sítio. No bosque, existem diversas trilhas, respeitando o meio ambiente e criando o espaço ideal para o contato do homem com a natureza em todos os seus aspectos, com muitos locais lindos, como o Bambuzal.
 









Jardim Isadora Duncan
Em frente ao Teatro a Céu Aberto fica o Jardim Isadora Duncan. Colocadas entre os diversos pinheiros existentes, barras de bambu servirão para aulas de ballet e outras danças.

Nenhum comentário:

Postar um comentário